/1º trimestre 2017

ISTO ESTÁ A FICAR BOM!

 

Já toda a gente sabe que vivemos numa fase em que ninguém confia em ninguém.

Os americanos votaram em Donald Trump mas será que confiam nele?

Os sportinguistas votaram em Bruno de Carvalho mas será que confiam nele?

Os portugueses votam nos políticos mas será que confiam neles?

 

A confiança está muito ligada ao risco que se corre em confiar. Não me custa confiar se o que tenho a perder não me incomoda.

 

A banca empresta dinheiro às empresas mas será que confia nos empresários?

Se confia porque pede tantas garantias?

Possivelmente, pedem garantias porque não confiam na obtenção de resultados. Não confiam na obtenção de resultados porque não confiam nos métodos de gestão.

E sem resultados não se minimiza o risco de incumprimento.

 

Portanto, não devemos alimentar esperanças em estabelecer relações comerciais normais entre as instituições empresariais e financeiras. Que as há, há, mas são exceções.

 

Contudo…, contudo, creio que isto está a ficar bom. Quero dizer que está a ficar bom porque está deixar de ser mau. Está a melhorar, portanto. E porque está a melhorar a bom ritmo, está a ficar bom.

Está a ficar bom por três simples razões.

 

1. Banca

Mesmo suportando por colaterais de vária ordem, os bancos querem emprestar dinheiro porque tem de ser. Essa é a sua forma de criar negócio e rentabilidade. Tem de colocar o dinheiro na economia e, diga-se em abono da verdade, interessa colocar nas empresas de risco intermédio. Nem boas nem más.

Enfim, o dinheiro está aí e isso é bom.

 

2. Gestão

Os empresários, proprietários, supostos decisores, começam a entender o que é profissionalizar a gestão. Sabem já que é delegando poder em pessoas de outra geração, com outra preparação e novos índices motivacionais, que a empresa muda de rumo e prosperará. Novos comportamentos para novos resultados. Isto é muito bom.

 

3. Compromisso

Compromisso é o que, definitivamente, coloca a empresa na senda do sucesso. O compromisso entre banca, empresários e as pessoas que estão dentro das empresas. Os bancos emprestam porque o empresário moderniza a gestão e as pessoas chamadas à ação adotam atitudes de brio e valor. São mais explosivas. Esta combinação virtuosa está a suceder e isso é fantástico.

 

Sou positivo!

José Miguel Marques Mendes
CEO

 

UM COMPROMISSO DE GESTÃO

design by CLARABOIA.COM ®